PARÓQUIA

HISTÓRIA DA FUNDAÇÃO DA PARÓQUIA

O arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Sebastião Leme da Silveira Cintra, com o objetivo de aumentar o número de paróquias fundou em 13 de julho de 1933, a Paróquia Nossa Senhora da Consolação e Correia, tendo como primeiro pároco, Frei Agostinho Fincias, OSA. A sede foi fundada provisoriamente, na Capela São João Batista, no morro São João, sendo um desmembramento da Paróquia Nossa Senhora da Conceição do Engenho Novo. A nova Paróquia é dedicada a Mãe da Consolação, devoção especial da Ordem de Santo Agostinho.

Em novembro de 1937, iniciou-se uma campanha para construção do Templo Matriz, no prédio situado a Rua Condessa Belmonte, nos 106 e 108. A festa de inauguração foi a 9 de outubro de 1938.

Em 23 de julho de 1944, foi lançada a pedra fundamental da nova Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Consolação e Correia, pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Jaime de Barros Câmara, em terreno adquirido à Rua Barão do Bom Retiro.

Em 12 de julho de 1947 foi feito o traslado da Imagem para o novo local da Sede Paroquial à Rua Barão do Bom Retiro, onde mais tarde, funcionaria o antigo Liceu Santa Rita de Cássia, hoje Colégio AIACOM (Armazém de Ideias e Ações Comunitárias).

Em 17 de dezembro de 1961, foi inaugurada a definitiva Matriz, com a presença do arcebispo Dom Jaime de Barros Câmara, o Pároco Frei Rafael Del Valle.

Em 2018, a paróquia completa seu Jubileu de 85 anos de Fundação. Os frades agostinianos administram a paróquia desde a sua fundação. Contamos hoje com Atualmente tem como pároco Frei Emerson Carlos Silva, OSA,  Frei Walter Rother, OSA.

Paróquia Nossa Senhora da Consolação e Correia – 2020 © Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Pascom